Entrevista ABMGeo: Klícia Oliveira

Por Suzan Vasconcelos

Klícia, diga-nos o que é mentoria e de onde veio sua inspiração para o projeto Cais Mentoria?

A mentoria é um relacionamento de troca de conhecimento entre duas ou mais pessoas focado no desenvolvimento pessoal do mentorado. A Cais Mentoria possibilita esta conexão entre universitários de regiões periféricas do Brasil e profissionais experientes em grandes centros através da mentoria eletrônica.

Na infância eu passei por diversas mudanças geográficas e convivi com pessoas de diferentes origens, a Cais Mentoria surgiu das minhas experiências familiares e como geofísica no Rio de Janeiro após sair da Universidade Federal da Bahia, onde já adulta eu pude observar o poder de um ambiente diverso para a geração de ideias inovadoras.

Para colher o poder dessa diversidade muitas vezes somos colocados fora da zona de conforto e nesse sentido o acesso à mentoria é fundamental para prover o suporte necessário para continuação de nosso propósito. A Cais Mentoria propõe esse suporte para estudantes universitários ao redor do Brasil que venham a aumentar a diversidade geográfica em grandes centros e/ou trazer inovação para suas regiões através do relacionamento de mentoria.

Com relação ao projeto, quais os papéis do mentor e do mentorado? Quanto tempo deve durar a parceria e como pretende avaliar os resultados?

O papel do mentor é dar apoio e aconselhar o mentorado demonstrando como ele ou ela superou seus obstáculos, obteve suas conquistas e teve ideias que mudaram sua perspectiva. A partir deste compartilhamento, o papel do mentorado é fazer perguntas e compartilhar com o mentor quais áreas ele/ela precisa de ajuda para que isto possa ser feito. Neste relacionamento, o mentor é uma pessoa que ajuda o mentorado mas respeita sua individualidade.

No programa da Cais o relacionamento dura por volta de seis meses e é constantemente monitorado pelo time Cais para avaliação de resultados e suporte na obtenção dos objetivos do mentorado.

Sendo você Geofísica, e, portanto uma geocientista, como você avalia o impacto da mentoria no estabelecimento de um profissional geocientista, recém formado, no mercado de trabalho?

Considero a mentoria importante para todos os profissionais, em todos os níveis da carreira. Na minha experiência a mentoria é ainda mais gratificante quando ocorre entre pessoas de diferentes áreas do conhecimento.


Encontrar um mentor na sua área do conhecimento, como um professor ou colega veterano, geralmente é uma tarefa mais fácil, enquanto que ao ter um relacionamento de mentoria com um profissional de outra área você pode conhecer novos setores, desenvolver uma área de forma diferente e ser desafiado a expandir sua perspectiva.

O ideal seria buscar relacionamentos de mentoria nestes dois formatos, e para um profissional geocientista recém formado essa variedade de perspectivas pode ser ainda mais importante devido à versatilidade do profissional no início da carreira.

Como os interessados devem fazer para se increver no Cais Mentoria?

As inscrições para as últimas vagas do primeiro grupo de mentoria está no nosso site www.caismentoria.org.

• Graduação de Geofísica pela UFBA e University of Leeds (Inglaterra) em 2015;
• Estágio em processamento sísmico na Shearwater Geoservices em 2014;
• 2016-Presente: Geofísica de produção na Shell em Londres e no Rio de Janeiro;
• Fundadora e coordenadora  do Projeto Cais Mentoria.